Exposição – “O esplendor de Sophia”

Encontra-se patente, desde o dia 13 de dezembro, no foyer da escola sede deste Agrupamento de Escolas a exposição – “O esplendor de Sophia”, dinamizada no âmbito das práticas e dinâmicas impressas pelo departamento de línguas, bem como pela biblioteca escolar, que poderá ser visitada por toda a comunidade educativa até ao próximo dia 10 de janeiro. Esta exposição teve, a montante, por objetivo axial complementar os diversos e brilhantes momentos de declamação de textos poéticos de Sophia de Mello Breyner Andresen, que pautaram a nossa já habitualmente fascinante e sempre surpreendente Festa de Natal, dando assim a conhecer um pouco da obra e vida desta grandiosa escritora àqueles que se deslocaram a esta escola nesse dia...

Ler mais...

Decoração de Natal com material reciclado

Os alunos da turma do 2º/3º C, da EB de Eixo, realizaram trabalhos alusivos à época natalícia, utilizando material reciclável. Esta atividade contou com a colaboração da psicóloga do agrupamento, Gabriela Vieira, e com a representante dos Encarregados de Educação.
Esta turma deseja a toda a comunidade educativa um “Feliz Natal”, com muita saúde e alegria!

Hastear da bandeira na escola de Azurva

No dia 4 de dezembro, a escola básica de Azurva hasteou a bandeira do projeto Eco-Escolas, referente ao ano letivo 2018/2019.
Projeto este que terá continuidade neste ano letivo.

Onda rosa

O mês de outubro é assinalado por duas efemérides: a 15 assinala-se o Dia Mundial da Saúde da Mama e a 30 o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama. 
A Liga Portuguesa Contra o Cancro promove o movimento "Onda Rosa", que este ano decorreu, em Portugal, entre o dia 31 de outubro e 4 de novembro. O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controlo do cancro da mama.
A data é celebrada anualmente com o objetivo de promover a consciencialização sobre a doença e partilhar informações sobre o cancro de mama. Um pouco por todo o mundo, durante este mês, a cor rosa alastra-se para sensibilizar a população para a temática da prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama. Na escola sede deste agrupamento de escolas foi feita a sensibilização para tema do cancro da mama, através da distribuição de pulseiras cor-de-rosa para alertar para a existência deste movimento e a sua missão e da disponibilização de variada informação contida em diversos folhetos oriundos de campanhas publicitárias institucionais de índole nacional.
Dever-se-á, ainda, agradecer a um, ainda que pequeno, mas mui significativo pelo gesto solidário implícito, grupo de alunas, a frequentar o 9º ano de escolaridade, que se voluntariam para participar na campanha de recolha, junto do corpo docente e discente, bem como dos residentes desta vila, de donativos para a Liga Nacional de Luta Contra o Cancro.
A equipa do programa de educação e promoção para a saúde agradece a todos Aqueles/as que se juntaram a esta iniciativa.

PARLAMENTO DOS JOVENS
Maioria dos crimes de violência doméstica acontece em casa

De acordo com os dados revelados na comunicação social esta segunda-feira – dia 25 de novembro – em que se celebrou o Dia pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, segundo a ONU, só em 2017, foram assassinadas 87 mil mulheres, sobretudo em El Salvador e na Ásia. Este ano, em Portugal, são já 33 as vítimas da violência doméstica. Os homicídios são geralmente praticados por parceiros ou familiares.
De acordo com o testemunho de «Mariana Vieira da Silva, Ministra de Estado e da Presidência, o combate à “chaga” que é a violência contra as mulheres só será eficaz se envolver “diferentes serviços públicos: o Ministério Público, as polícias e as organizações não-governamentais (ONG)”. Acrescentou, ainda, que o problema terá que ter uma “resposta integrada” e rápida, que exige um trabalho em rede.»
Marcelo Rebelo de Sousa apelou esta segunda-feira aos portugueses para que tomem uma posição perante a violência doméstica e para que não tenham medo de a denunciar. Em seu entender, “infelizmente acordou-se muito tarde”, em Portugal e no resto do mundo, mas “o que é facto é que há uma resposta que tem vindo a ser dada, e a multiplicação dessa resposta é fundamental”. E Tu vais continuar em silêncio e sem nada fazer para combater este flagelo?!...

Convenção dos Direitos da Criança

No âmbito da comemoração dos 30 Anos da Convenção dos Direitos da Criança, os "Direitos Saíram à Rua", passando pelo primeiro CEB de Azurva -Eixo.
As crianças tiveram a hipótese de, brincando com os direitos, aprenderem a conhecê-los e a reconhecer a importância destes para um saudável crescimento, enquanto pessoa e cidadãos.
O Agrupamento de Escolas de Eixo, preocupa-se com o bem estar das suas crianças e tudo faz para que cresçam felizes e conhecedoras dos direitos que lhe assistem.
Um obrigado à CPCJ e às três jovens animadoras da EPA.

Porque a “Terra treme”...

Realizou-se, no dia 15 de novembro, mais uma vez, o exercício “ A Terra treme”. Num país com risco sísmico significativo, situado na zona de junção de três placas tectónicas, nunca é demais repetir e melhorar procedimentos que ajudem a prevenir contra as consequências de uma eventual catástrofe sísmica: “Baixar”, “Proteger”, “Aguardar”... Foram os gestos repetidos, em todas as salas e por todas as turmas.

Agrupamento de Escolas de Eixo Premiado com o Selo “Escola SaudávelMente – Boas Práticas de Saúde Psicológica e Sucesso Educativo – 2019-2021”

O Agrupamento de Escolas de Eixo pela segunda vez, foi uma das 152 Escolas/Agrupamentos premiados pela Ordem dos Psicólogos Portugueses, no âmbito da Campanha “Escola SaudávelMente – Boas Práticas de Saúde Psicológica e Sucesso Educativo 2019-2021”, tendo sido recebidas 267 candidaturas.
Esta campanha teve como objetivos: Promover e disseminar boas práticas e exemplos positivos no que diz respeito à promoção do desenvolvimento, da aprendizagem, da carreira, da Inclusão, da Saúde Psicológica de toda a comunidade educativa.
Distinguir e reconhecer publicamente os agrupamentos/escolas portuguesas que implementem estratégias e/ou ações concretas de promoção da Inclusão, Saúde Psicológica e Sucesso Educativo; Proporcionar aos agrupamentos/escolas um instrumento que lhes permita fazer um balanço crítico sobre as suas práticas de promoção da Inclusão, Saúde Psicológica e Sucesso Educativo, estimulando processos continuados de melhoria; Incentivar a criação de uma rede de agrupamentos/escolas participantes na iniciativa Selo “Escola SaudávelMente” – Boas Práticas em Saúde Psicológica, Sucesso Educativo e Inclusão, de modo a promover a partilha de conhecimentos e de experiências para aprendizagem mútua.
A cerimónia de entrega dos Selos “Escola SaudávelMente – Boas Práticas de Saúde Psicológica e Sucesso Educativo” decorrerá no dia 27 de novembro no Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz.
Consulte aqui a lista de escolas!
A psicóloga Gabriela Vieira

PROJETO DE INTERVENÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA “ DisConnect ”

As tecnologias digitais são hoje uma ferramenta inevitável e indispensável do nosso dia-a-dia, contribuindo para o desenvolvimento, aprendizagem e integração social das crianças. No entanto, o uso excessivo acarreta riscos, que se estendem da segurança à saúde. Estes possíveis efeitos deletérios só agora começam a ser devidamente identificados, mas os primeiros estudos fornecem uma base cada vez mais sólida de evidência. O presente projeto visa alertar para os principais riscos do uso excessivo dos ecrãs, nas áreas da segurança e da saúde, bem como informar acerca dos sinais de alerta, formas de prevenção e meios de apoio.
O projeto conta com uma equipa multidisciplinar, integrando profissionais da Equipa Local de Saúde Escolar de Aveiro (USP do ACeS Baixo Vouga, URAP do ACeS Baixo Vouga e UCC de Aveiro), do Centro de Respostas Integradas de Aveiro, do Centro Social e Paroquial da Vera Cruz, da Polícia de Segurança Pública e da Guarda Nacional Republicana, em parceira com a Câmara Municipal de Aveiro e com o Agrupamento de Escolas de Eixo.
Para saber mais clica aqui!

PARLAMENTO DOS JOVENS

Este Agrupamento de Escolas está, uma vez mais, envolvido no Programa Parlamento dos Jovens, este ano dedicado à temática – “Violência doméstica e no namoro: da sensibilização à ação”.
Esta problemática está a tornar-se num dos maiores flagelos do nosso tempo. Lamentavelmente, enquanto cidadãos espetadores, não raro vítimas, no nosso papel de filhos, de amigos, de vizinhos, de estranhos anónimos, este tema é-nos familiar. Todos nós já certamente conhecemos alguém que passou por algum episódio deste género ou, simplesmente, já lemos algum artigo num jornal ou vimos alguma reportagem num qualquer canal de televisão.
Por conseguinte, este programa tem tido uma excelente receção por parte dos alunos do 2.º e 3.º ciclos do ensino básico a frequentar este estabelecimento de ensino, já que, pela primeira vez, a maioria das turmas se encontra inscrita no mesmo. Nesta primeira fase, os trabalhos encontram-se a cargo do empenho, dedicação e profissionalismo revelados pelas/os respetivas/os diretoras/es de turma e docentes de Português, e, numa fase posterior, transformar-se-ão num projeto transversal orientado também por docentes de outros departamentos. Até à presente data, são os alunos do 2.º CEB que estão a tomar a dianteira, pois encontram-se com o entusiasmo ao rubro e transbordam de ideias que precisam somente de ser amadurecidas e passadas ao papel. No que ao 3.º CEB concerne, esperemos que o silêncio incómodo que paira no ar seja sinónimo de amadurecimento das ideias e concretização de projetos...

Ler mais...

Contactos

Rua do Forno, Apartado 27 3801-501 Eixo   Tel 234 920 220    Fax 234 920 226     E-mail geral: ebieixo@ebie.pt